Home Listas The L Word: 4 motivos para comemorar a nova temporada
The L Word: 4 motivos para comemorar a nova temporada

The L Word: 4 motivos para comemorar a nova temporada

0
0

Na última terça-feira (11) a internet foi à loucura quando a notícia de que The L Word iria ganhar uma nova temporada foi liberada e nós, do Séries Por Elas,  também comemoramos muito, é claro! Afinal, não é todo dia que a gente encontra uma série inteirinha focada em mulheres lésbicas e trans, não é mesmo?

Falei um pouco sobre como The L Word foi uma série importante para a minha vida pessoal no texto “O papel fundamental da representatividade lésbica nas séries e como isso tornou a minha vida melhor” e seu retorno para uma nova temporada depois de quase 10 anos é uma grata e muito feliz surpresa.

Os motivos para toda essa felicidade são muitos, mas levantamos os quatro principais para exemplificar porque essa foi uma das melhores notícias de 2017. Confira:

 

Representatividade

Se representatividade importa, The L Word importa e muito! Como poderíamos imaginar que em 2004 poderia existir uma série como essa, se hoje ainda vivemos em uma sociedade cheia de tabus no que diz respeito à representatividade LGBT? É simplesmente incrível que um conteúdo tão potente e tão inovador tenha ido ao ar 9 anos atrás e assim como a série me ajudou a passar pelo período de adaptação após a percepção da minha sexualidade, imagino que a série também tenha ajudado muitas outras meninas e meninos que não se viam representados em canto algum.

 

Quebra de estereótipo

The L Word narra uma história que quebra tabus a todo momento, mas, para além disso, há também diversos estereótipos que a série desconstrói. Lésbicas podem ser femininas, casais homossexuais são tão normais quanto quaisquer outros, lésbicas podem e devem ter filhos se essa for a vontade… A série retrata todos os assuntos com a naturalidade que eles realmente merecem.

 

Assuntos pouco abordados

Além de quebrar estereótipos, The L Word traz representações da vida real muito pouco abordadas de maneira geral pelo audiovisual, como, por exemplo, o caso de Max, que é um homem trans que engravida ou até mesmo o processo de gravidez do casal Bette e Tina.

 

Alcance

É muito lindo ter uma série maravilhosa dessas no mundo, mas se as pessoas não ficam sabendo,não adianta de muita coisa, né? Fazer uma nova temporada para The L Word hoje, em tempo de viralização e rede sociais, vai contribuir e muito para que cada vez mais pessoas tenham acesso ao conteúdo. Todo mundo sai ganhando com isso!

Carolina Maria Jornalista, feminista-esquerdista-bolivariana, cegamente apaixonada por alguns personagens de seriados e sonhadora convicta. Aprendeu com as séries a importância da representatividade e nunca mais quis parar de falar sobre isso.

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *