A midseason finale de The Blacklist é sempre um evento bombástico, geralmente é um dos episódios mais esperados. Nessa quinta temporada não foi diferente, o episódio destruiu vários corações e estruturas emocionais. Para deixar a review mais emocionante, juntei os dois últimos episódios, não foquei nos casos do FBI, mas foquei no grande mistério da temporada: a famosa mala.

Finalmente Liz e Tom se casaram, depois de tantas tentativas. Os dois estão só love juntos e esqueceram de todos os problemas, até que os celulares começam a tocar. Liz vê um número desconhecido no celular de Tom e ele diz para ela ignorar, porque deve ser engano.

Não era engano, Tom foi se encontrar com Lena, ela tinha uma pista de onde Pete pode ter passado. Eles foram até um loja de souvenir. Como do lado de fora do estabelecimento têm câmeras, Tom foi até uma salinha onde ficam os registros das câmeras e Lena distraiu o vendedor. Tom estava tirando fotos do monitor do computador quando um vendedor apareceu e eles tiveram que sair correndo dali.

Olhando as fotos, Tom percebeu que Pete tinha mudado a sua aparência. Se mudou alguma coisa, cortou o cabelo, fez a barba, está usando um novo look, em séries policiais isso significa que ele estava se escondendo de algo ou alguém. Tom deu um zoom em uma das foto e viu em cima do painel do carro de Pete um chaveiro com o nome de um motel. Enquanto Tom e Lena estavam indo para o local, eles não perceberam que estavam sendo observados pelo mesmo cara que ameaçou a Lena no episódio passado.

Tom e Lena encontram Pete escondido no motel. Tom já começou perguntando sobre a mala, Pete falou que a roubaram e de brinde os caras cortaram os dedos da mão dele. Ele não sabe dizer o que aconteceu com o Nik, ele só ouviu uns barulhos de discussão e tiros. De repente, o quarto foi invadido e um grupo de homens sequestraou os três.

Tom acordou em um lugar completamente desconhecido, parecendo um galpão abandonado. Um homem misterioso apareceu para falar com os três, ele admitiu que está com a mala e a roubou para entrar em contato com Raymond Reddington. O homem fez uma ameaça: se um falar, ele mata os outros dois.

Pete tentou se livrar da situação dizendo que não sabia de nada, que apenas foi contratado para identificar o DNA nos ossos, o homem vê que ele é inútil e o mata. Lena ficou apavorada e diz que não sabia de nada. O homem deixa ela ir embora, mas quando ela começa a andar, ele atira nela.

Depois de um tempo, o homem voltou a falar com Tom. Ele falou que não entende como um “zé ninguém” como o Tom pode ter encontrado aquela mala. Tom diz que ele é muito mais do que aquilo. Só faltou ele dizer: “respeita a minha história”.

Para tentar se livrar daquela situação, porque agora é pai de família, Tom tentou enganar o homem. Ele mente dizendo que foi contratado por Red e que pode entrar em contato com o sogro (essa parte é verdade).

Do lado de fora do local, o cara que estava seguindo Tom e Lena entra em contato com seu chefe alertando que Keen foi sequestrado. Quem é o boss desse cara? Ele mesmo, Raymond Reddington.

Eu sabia!

Como Tom já estava sumido algum tempo e não mandava notícias, Liz começou a ficar preocupada. O nível de preocupação dela já estava tão alto que ela desestabilizou o FBI todo para procurar o marido.

Enquanto isso, o homem que estava com a mala faz Tom entrar em contato com Red, eles conversam em código para fazer o cara acreditar. Tom passa o endereço do motel para Red, mas na verdade o sogro estava indo ao encontro de Tom. Como tinham poucos homens o vigiando, Tom consegue fugir, levando a mala junto. Ele leva um tiro no ombro, mas consegue correr o suficiente e entrar no carro de Red.

O FBI faz toda trajetória que Tom já tinha feito. Aram encontra o carro de Tom no estacionamento do motel, através do GPS do carro, ele encontra o endereço da loja de souvenir. Eles vão encontrando todos os lugar ao qual o marido de Liz passou, até encontrar o galpão, que agora estava cheio de gente morta e a agente Keen estava com medo de seu marido está ali no meio.

Depois de Red conversar com Tom lembrando sobre fatos do passado, como por exemplo quando Tom recebeu a missão de se tornar amigo de Liz e desde então ele fazia de tudo para protegê-la. Tom sabe que aquela conversa era uma enrolação, porque Reddington nunca iria revelar de quem eram aqueles ossos. Sem Red perceber, Tom trocou as malas, mas uma vez a maleta estava nas suas mãos.

Para não ser reconhecido, Tom vai para uma estação de trem. Ali, ele abre o envelope com o resultado do DNA, chocado com o que leu, ele liga pra Liz e pede para se encontrarem no apartamento deles. O que foi uma burrice, porque se ele estava sendo procurado, a casa deles seria o primeiro lugar a ser revistado, mas enfim, o episódio só tem 40 e poucos minutos.

Quando Liz chega no apartamento, já ver o marido amarrado no chão e os caras batem nela e a faz perder a consciência. Nessa cena dá muita raiva, pois dá vontade de entrar lá e salvar os dois. O mesmo homem que queria entrar em contato com Red tenta fazer Tom falar, como ele não falava, o infeliz enfia uma faca na barriga do Tom (nesse momento já estava gritando “Não, eu não acredito!”). Como esse homem sabia que ele não iria falar, ele manda os seus capangas se livrar dos corpos. Eles vão para cima de Liz para matá-la, porém, mesmo esfaqueado Tom ressurge igual a fênix para tenta salvar a esposa, mas Red chega a tempo.

Red e Dembe levam o casal para o hospital. No caminho, quase sem consciência Tom tenta reanimar Liz e pede para ela ficar com ele. Apesar do momento de muita tristeza, essa cena é linda demais.

No hospital, as equipes médicas cuidam de cada um, Liz entra para a sala de cirurgia. Os médicos tentam animar Tom, mas ele não resiste e morre no hospital. Nessa cena eu só sabia continua gritando “não, eu não acredito nisso”.

Partindo para o final do episódio… Red estava lendo a bíblia, quando Liz desperta. Ele fica feliz em vê-la acordada e fala que Agnes vai ficar alegre em ver a mãe. Agora a gente já pensa: “caraca, quanto tempo passou?”. Liz ficou em coma por 10 meses. Assim que vai recuperando um pouco da memória ela pergunta para Red: “Tom?” e ele conta o que aconteceu.

The Blacklist acabou com todas as minhas estruturas e até agora não estou acreditando que Tom Keen morreu. Ele e a Liz eram um OTPZÃO, ele ia contar a verdade para ela e a gente ia descobrir o segredo dos ossos. Contudo, vamos ter que aguentar até dia 03/01/2018 para saber o que vai acontecer com esse mistério.