Home Indicação [Já acabou, mas vale a pena] Please Like Me: quatro motivos para começar agora mesmo
[Já acabou, mas vale a pena] Please Like Me: quatro motivos para começar agora mesmo

[Já acabou, mas vale a pena] Please Like Me: quatro motivos para começar agora mesmo

0
0

 

Please Like Me é definitivamente o tipo de série que você não escolhe assistir porque está olhando o catálogo da Netflix há muito tempo. Nem o tipo de série que você opta por dar uma chance ao, simplesmente, ler a sinopse. Não! Please Like Me é o tipo de série que você só assiste quando alguém indica ou comenta.

E foi exatamente o que aconteceu comigo, quando finalmente me dei por vencida – a série aparecia sempre nas indicações e ignorei por muito tempo – e apertei play. A surpresa foi muito boa. E vou explicar porquê com uma listinha:

1. Os temas abordados

 

Please Like Me é uma série extremamente importante, principalmente porque aborda temas relevantes, como homossexualidade e depressão. E o mais legal é que faz isso de uma forma super diferente.

Para começar, Josh, personagem principal, só descobre que é gay depois que a namorada o abandona no dia do próprio aniversário (dureza, eu sei). E é a partir daí que ele começa a se conhecer cada vez mais.

Além disso, ele precisa deixar os amigos um pouco de lado quando a mãe se mostra depressiva e tenta cometer suicídio. Falando assim, pode parecer uma série bem pesada e difícil de digerir, mas garanto que não é nada disso!

2. Os atores

 

A escolha do elenco impacta muito numa série. O fato do ator estar conectado com o personagem é essencial para o desenrolar da trama. Se é isso que te faz avaliar se uma série é boa ou ruim, fique tranquilo, porque o protagonista de Please Like Me também é criador, diretor e roteirista. É a história dele mesmo que estamos contando. Josh Thomas levou para as telas um pouco da sua própria intimidade.

Os outros atores também não ficam muito atrás. As atuações são cômicas, trágicas e bem divertidas.

3. A duração dos episódios e temporadas

 

Convenhamos que algumas séries são bem difíceis de engolir, quando tem 25 temporadas com, pelo menos, 30 episódios de uma hora e meia de duração cada. Uma hora, isso cansa e você só quer se divertir e dar risadas com um sitcom de 30 minutos, né?

Então, Please Like Me é uma série perfeita. Além de divertida, engraçada e séria quando precisa, os episódios são bem curtinhos e as temporadas também. Dá pra maratonar esse final de semana!

4. As lições

 

As lições que você aprende assistindo uma série são sempre importantes. E claro que as que aprendemos com Please Like Me não podiam fugir disso.

O primeiro grande impacto na vida de Josh é ter que lidar com o término do namoro e as acusações da ex de que ele é gay no dia do aniversário. Isso não é nada fácil, e óbvio que ele passa pelo estágio da negação. Depois, surge o medo de ter que lidar com toda essa situação, enquanto a mãe tenta recuperar-se de uma depressão, e pensar na melhor maneira de contar tudo à família.

Claro que a gente consegue entender muito bem esse panorama sobre uma perspectiva totalmente diferente e compreendemos também um pouco sobre o processo de aceitação da família, o que é essencial.

Óbvio que, por tudo que eu falei aqui, dá para notar que você não vai rir o tempo todo. Também vai aprender grandes lições durante todas as temporadas. Mas, às vezes, é importante sair da zona de conforto e clicar ali naquela série que a Netflix te indica tanto e você insiste em ignorar.

Gabriela Bandeira Jornalista mineira, totalmente apaixonada por literatura nacional e internacional. Assistia as mesmas sitcoms até descobrir a coisa mais maravilhosa dessa vida, chamada Netflix e começar a maratonar tudo e qualquer série que recomendassem, a maioria protagonizada por mulheres incríveis e empoderadas, por favor.

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *