Home Indicação Pitch: Primeiras impressões
Pitch: Primeiras impressões

Pitch: Primeiras impressões

0
1

Uma série sobre uma mulher negra buscando seu espaço em um esporte masculino. Pitch (FOX), não podia ser mais forte! Com um piloto de tirar o fôlego, a série estreou aclamada e com motivos de sobra pra ser uma das queridinhas dessa Fall Season 2017.

O seriado conta a história de Ginny Baker (Kylie Bunbury -), primeira mulher escalada para um time da liga Major League de basebol – o Padres – até então composto apenas por homens. Desafiando as probabilidades, o preconceito e precisando lidar com o assédio da mídia e a alta expectativa, ela precisa provar para si, muito mais do que para os outros, que está à altura do novo posto.

É interessante que mesmo não conhecendo absolutamente nada do esporte, me encantei pela força da representatividade da personagem e pelas nuances da narrativa que vão se desvendando ao longo dos 47 minutos de duração. Ou seja, no final das contas o beisebol, embora tenha suma importância para a história, acaba sendo plano de fundo para que a mesma se desenvolva.

Quando o assunto é representatividade, Pitch dá um show. Temos uma mulher negra e empoderada lidando com as pressões externas e internas de ocupar um espaço nunca antes ocupado. Mas não só isso! O show também mostra um outro lado da representatividade que pode acontecer quando alguém se torna o modelo a ser seguido e passa a ter que viver sob essa pressão. E a série mostra isso de maneira majestosa.

O primeiro jogo de Barker é acompanhado por milhares de pessoas, é aclamado pela imprensa, tem o estádio lotado de famílias e meninas pequenas com cartazes de “eu serei a próxima” e ao longo do episódio vemos como isso acaba influenciando o emocional da jogadora.

Quando o assunto é machismo, a série também deixa claro a que veio logo no primeiro episódio. Enquanto alguns colegas de time deixam a entender que a moça não passa de uma armadilha do marketing “para inglês ver”, ela mostra a força que tem e que o motivo para ter sido escalada para o time embora seja, sim, uma boa jogada de marketing, só aconteceu porque ela se preparou muito.

O piloto de Pitch é um dos que mais chama a atenção na Fall Season 2016 e não é à toa. Construído como uma narrativa filmográfica, ele tem todos os elementos necessários para o sucesso: uma temática interessante, um objetivo, uma adversidade no meio do caminho, um climax e, por fim, um encerramento surpreendente.

Esse conjunto, quando bem executado, aumenta as chances do acerto, mas, por outro lado, acaba deixando aquela impressão de “como vão conseguir sustentar essa série de maneira tão boa como este piloto, pelo amor da Deusa?”. Então a gente ama o seriado sim, mas ama com cautela, porque realmente é complicado manter uma qualidade narrativa assim.

Torcemos, é claro, para que a série seja sucesso, afinal, uma narrativa sobre uma mulher negra buscando seu espaço em um esporte masculino merece perdurar, não é mesmo? <3

Carolina Maria Jornalista, feminista-esquerdista-bolivariana, cegamente apaixonada por alguns personagens de seriados e sonhadora convicta. Aprendeu com as séries a importância da representatividade e nunca mais quis parar de falar sobre isso.

Comment(1)

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *