Home Girl Power! Cophine: expectativas para a última temporada de Orphan Black
Cophine: expectativas para a última temporada de Orphan Black

Cophine: expectativas para a última temporada de Orphan Black

0
0

O dia 28 de junho é o Dia Internacional do Orgulho LGBT. Nessa mesma data, em 1969, lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e drag queens se uniram contra as batidas policiais que ocorriam com frequência no bar Stonewall-Inn, em Nova York. O episódio marcou a história do movimento LGBT, que continua lutando por direitos e visibilidade. Em homenagem à data, durante o mês de junho, portais nerds feministas se juntaram em uma ação coletiva para discutir de temas pertinentes à data e à cultura pop, trazendo análises, resenhas, entrevistas e críticas que tragam novas e instigantes reflexões e visões.

O fim de Orphan Black está próximo e quem não vai sentir falta desse casal, não é mesmo? Cosima e Delphine se conheceram na primeira temporada da série, na DYAD Institute, onde elas trabalhavam juntas. De lá pra cá nós passamos por momentos de amor e ódio em relação a Delphine.

Aliás, Delphine queria mesmo iniciar um romance com Cosima ou ela só era mais uma monitora de clone? A resposta ficou bem clara na primeira cena de beijo do casal. O momento mexeu com todos os fãs da série que já esperavam ansiosamente por isso. E assim surgiu o nome do shipp: Cophine. Os episódios foram passando e começamos a nos apaixonar pela Delphine, que começou a nos passar confiança nesse assunto.

Orphan Black não decepciona quando o assunto é fazer os fãs ficarem desesperados. Quando o romance entre as cientistas começa a ir para frente, nós já estamos perdidamente apaixonados por Delphine, assim como Cosima, temos a season finale mais desesperadora de todas. No último episódio da terceira temporada, Delphine toma um tiro. Ficamos um ano inteirinho tentando descobrir se ela estava viva ou não.

Com esse ótimo gancho e os fãs desesperados, a série fez disso um suspense total. Na quarta temporada Cosima segue sofrendo tentando achar uma cura para a sua doença. E ainda lida com a incerteza se encontraria Delphine viva algum dia. Mas durante os episódios, a série deixava mais evidências sobre o desaparecimento da cientista. E é no final que Cosima, que já havia conseguido a cura, se encontra com Delphine numa cena de tirar o fôlego.

Nós já estamos criando várias teorias sobre o que vai ser de Cophine agora que elas encontraram a cura e estão “bem”? Mas é claro que a série nos deixou na dúvida sobre várias outras coisas. O que aconteceu com a Sarah na floresta? Por que a Kira dá mais medo do que a Rachel?

Mas vamos deixar isso de lado porque Cophine é um assunto importantíssimo. É incrível falar delas porque são duas mulheres, lésbicas e cientistas brilhantes com papeis super importante para o desenrolar da trama. Além disso, a série não faz o fato delas serem um casal homossexual a coisa mais importante das personagens.

“Minha sexualidade não é o mais importante em mim”

Animated GIF  - Find & Share on GIPHY

E se for pra criar teorias absurdas, nós gostamos de pensar que Cosima e Delphine irão se casar, adotar Charlotte e viver felizes para sempre. Mas voltando à realidade, nós só queremos que dê tudo certo para esse casal. Depois do que elas já passaram, merecem um final feliz, com a Cosima curada de preferência!

Cophine é um dos casais LGBTQ+ de séries mais amado pelo público. E não é para menos, Tatiana Maslany e Évelyne Brochu dão um show de atuação, e nós ficamos derretidas de amor por esse casal. Só esperamos um final justo pra elas. Nada daqueles finais chatos que alguns filmes e séries dão para os casais homossexuais.

Orphan Black retorna para sua quinta e última temporada no dia 10 de junho. Os episódios serão semanalmente disponibilizados pela Netflix.

Aline Cruz 19 anos, aspirante a publicitária. Feminista, viciada em séries com a temática LGBT e em falar vários nadas no twitter. Especialista em sofrer por shipp. Choro sempre que escuto Chasing Cars e a culpa é da Shonda.

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *