Home Personagem do mês Michonne: poder e fúria em uma personagem feminina
Michonne: poder e fúria em uma personagem feminina

Michonne: poder e fúria em uma personagem feminina

0
0

A coluna Personagem do Mês apresenta quatro textos (um por semana) sobre uma personagem escolhida pela equipe do Séries Por Elas. Esses textos seguem a seguinte lógica:
1ª matéria: conta a trajetória da personagem e explica por que ela mereceu ser a personagem do mês
2ª matéria: mostra o que podemos aprender com a personagem e o que é melhor deixar pra lá
3ª matéria: buscamos inserir a personagem no contexto do blog, fazer link com empoderamento e feminismo
4ª matéria: vamos falar pouco da atriz. Curiosidades, declarações importantes e fofoquinhas saudáveis

Quando os olhos batem em Michonne, quem fala é o silêncio. A personagem é uma mulher negra, que enfrentou boa parte do apocalipse zumbi sozinha, armada apenas com sua katana e sua raiva. É preciso um minuto de contemplação para a construção dessa personagem que encarna o poder feminino em uma série focada nos esforços de sobrevivência do xerife Rick Grimes.

Michonne, interpretada pela atriz Danai Gurira, entra para a trama na season finale da segunda temporada. É ela quem salva Andrea após a destruição da fazenda do velho Hershell. Michonne, que desde o apocalipse havia ficado sozinha, assume para si a responsabilidade de cuidar e fortalecer Andrea.

A primeira aparição de Michonne provocou um frisson generalizado. Armada com sua espada e trazendo por uma corrente dois walkers com braços e mandíbulas cortados, a personagem circulava livremente entre os zumbis. Inteligente, perigosa e determinada. Michonne foi figura central na terceira e quarta temporadas de The Walking Dead.

Foi graças a ela que Judith não ficou sem comida quando Glenn e Maggie foram raptados. E graças à Judith, Michonne pode novamente encontrar um lugar para chamar de casa.

A admiração pela personagem surge logo nas suas primeiras aparições. Há poder na figura que ela encarna. Danai faz um excelente trabalho de interpretação, há fúria no olhar, uma certa raiva contida. É como se Michonne fosse um animal prestes a atacar, o tempo todo dona de si e atenta ao que há em volta.

Leva um tempo pra que ela passe a fazer parte do grupo de Rick, para que seja aceita e para que os aceite. Michonne tem problemas, dores, traumas que a perturbam profundamente. Ela não fala de si, não confia nas pessoas e leva um tempo até que consiga expurgar seu passado e, a partir daí recomeçar. Michonne é uma guerreira forjada na dor.

E é quando compreendemos isso que a personagem finalmente ganha a importância devida na trama. A antes soturna e impassível personagem que virava uma fera diante do vilão Governador, mas não levantava a cabeça diante de um Rick Grimes acusador de arma em punho na cara dela, mostra quem é.

Michonne reconhece o inimigo. Ela sabe, em cada poro do seu corpo e sem uma palavra, contra quem precisa lutar, e não é contra Rick. Ela reconhece nele parte de sua própria desconfiança, de seus próprios temores, ela se vê nele e se reconhece em suas atitudes com o grupo.

 

Michonne é um ícone de TWD. Uma guerreira furiosa na batalha, seja contra walkers, seja contra os vivos. E na mesma medida é sensível, a cena em que ela encontra a cabeça de Hershel fica entalada na garganta da gente por um tempo. Também é significativo o episódio em que, com Carl, ela vai a um bar lotado de zumbis e consegue recuperar para o menino uma fotografia dele com Rick e Lori, para que ele pudesse mostrar à irmã quando ela crescesse. A cumplicidade que nasce entre eles nesse episódio pode ser vista até agora.

Michonne não cresce com a trama, ela já é grande desde que entra na série. É independente, poderosa e não está à espera de um salvador. Pelo contrário, muitas vezes ela é a salvadora. Em uma série que não está preocupada em falar de feminismo ou empoderamento feminino, Michonne é a personificação da força de uma mulher. Justamente por isso é nossa personagem do mês de outubro.

Michonne

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *