Home Especiais Precisamos falar sobre quando o machismo vira piada nas séries de TV
Precisamos falar sobre quando o machismo vira piada nas séries de TV

Precisamos falar sobre quando o machismo vira piada nas séries de TV

0
1

Apesar de alguns grandes passos dado por nós, mulheres, no que diz respeito à afirmação do nosso lugar de poder na sociedade, ainda tem muita coisa para desconstruir. Começando pela cultura que transforma atitudes machistas em piada. É algo tão enraizado que até hoje passa despercebido aos olhos menos atentos. Nas séries, não é diferente.

A seguir, relembre quatro momentos em que o abuso contra a mulher virou piada:

1 – The Big Bang Theory

Na sexta temporada, Sheldon resolve punir Amy por causa de uma mentira. Ela não só gosta da punição, como pede que ele bata com mais força! Tem tanta coisa errada nessa cena, que nem precisa de muita explicação, mas vamos lá. NENHUM homem tem o direito de punir sua parceira. Violência contra a mulher não é engraçado e jamais deve ser estimulado.

2 – How I met Your Mother

Barney tem uma técnica de sedução bizarra, o “Naked Barney”. A técnica consiste no seguinte: durante um encontro mais íntimo, ele espera a mulher sair do recinto pra ficar completamente nu e surpreendê-la na volta. Pode parecer engraçado, mas imagina a situação. Você vai pra casa do crush pela primeira vez, assistir uma Netflix. Levanta pra ir ao banheiro.  Na volta, ele está peladão com cara de “Vem gostosa!”. Se isso não é assédio ou intimidação meus amigos, não sei mais o que é.

3 – Friends

Os amigos também vacilaram nas piadinhas machistas. Na segunda temporada, há um episódio INTEIRO sobre amamentação. Tem mulheres se referindo ao leite materno como “suco espremido de outra pessoa”, tem cara de nojo, tem homem erotizando uma mãe amamentando, tem de tudo. Sob a inocente forma de piada, claro.

4 – Two and a Half Men

Olha, é difícil escolher uma só situação em que o machismo não tenha sido transformado em aceitável através do humor. Charlie é um alcoólatra que trata as mulheres como objeto, não tem o menor escrúpulo na hora da conquista e pior, ensina o que sabe para o seu sobrinho adolescente. Charlie já embebedou mulheres para levá-las para a cama. Já as tratou mal por serem “feias”. Fala abertamente que prefere as classificadas como “mais jovens e burras”. Já assediou a recepcionista do consultório do irmão. Enfim, Charlie não tem limites e isso aparentemente é engraçado. Não querido, não tem graça nenhuma em diminuir as mulheres desta maneira.

Bianca Lanzelotti Meu pai e minha mãe me deram muito amor, mas quem me criou mesmo foram Brandon e Brenda. Com uma ajuda da Buffy e do Dean Cain.

Comment(1)

  1. Dá pra colocar fácil o Barney no nível do Charlie. Não tem um único episódio em q ele não tenha uma atitude extremamente machista!
    Tem vezes q chego a parar de ver a série, de tão insuportável q fica!

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *