PAGE CARDIO!

Ok, essa frase é popularmente conhecida por ser muito dita em Grey’s Anatomy. Mas como as duas séries estão separadas por um dedinho de Shonda Rhimes, faz total sentido quando falamos do 13º (e também penúltimo) episódio de How To Get Away with Murder, “Something Wrong with You“.

Bom, o que já sabemos é que nossos palpites sobre quem matou ou não matou Wes NUNCA estarão 100% corretos. Basta a gente achar que está entendendo onde Pete Nowalk quer nos levar e tentar adivinhar como tudo termina ou como tudo chegou até onde está, que ele nos prega uma peça e dá um susto que faz nosso coraçãozinho fã de Annalise e os Keating 4 (abro um parênteses para dizer que acredito que vai ser 5 mesmo, Oliver tem dado um show e se tornado cada vez mais essencial para a trama) parar por alguns segundos.

Para piorar, esse disse me disse sobre o desaparecimento do corpo (que aparentemente foi cremado) nos traz mais ansiedade para saber o que aconteceu. O que era para ser um crime cujos suspeitos eram apenas os protagonistas da história, acabou se transformando num rebuliço tremendo, com uma reviravolta que promete nos fazer tremer, fortemente na base!

Além disso, a demora no julgamento de Annalise e Frank também tem apimentado bastante esse finzinho de temporada. Ao passo que, na primeira e segunda temporada, a advogada conseguia facilmente se livrar de qualquer suspeita ou acusação, agora as coisas parecem estar se estreitando e seus mais fiéis aliados demonstram estar com uma pulga atrás da orelha em toda essa situação.

O que espero é que Annalise não precise voltar à prisão porque, diferente de tudo em sua vida, ela parece não controlar essa situação com destreza e habilidade.