Pouco conhecida por nós, mas querida no coração de quem já assistiu, Fleabag é uma série britânica lançada em 2016 que conta a história de Fleabag. Uma jovem adulta que precisa lidar com questões como luto, solidão, dificuldades financeiras, profissionais e os relacionamentos que a cercam, sempre de forma humorada e espontânea.

Não bastando essa definição, listamos aqui cinco excelentes motivos para que você conheça e se sinta convocada a assistir a série!

1 – É uma comédia com as doses certas de drama


Anunciada a princípio como comédia, não se iluda ao pensar que ela se resume a isso. Fleabag tem seu equilíbrio garantido ao narrar com bom humor a história conturbada da protagonista. Utilizando recursos teatrais como a quebra da quarta parede, a série nos aproxima da história, da narração em primeira pessoa e dos dilemas que a personagem principal enfrenta. Esses momentos produzidos de forma (quase) simbiótica nos permitem navegar nas nuances entre o riso e a reflexão.

2 – As doses também são curtas e diretas


A série curiosamente só tem uma temporada lançada em 2016. Composta por seis episódios com duração entre 20 e 25 minutos, a série também acerta no “timing” de seu andamento. Como os episódios são curtos, é preciso que o trabalho da edição garanta o entretenimento sem perder o foco e a profundidade que deseja passar. Fleabag acerta com maestria! Diálogos e cenas dinamizadas provocam o público a não perder um segundo sequer de cada episódio.

3 – O enredo. Ah, o enredo!


Nesse momento não posso dar mais detalhes para não acabar com a sua experiência de conhecer a série e suas novidades! Mas o que posso contar é a importância de termos uma série sobre o cotidiano real da mulher contemporânea: emprego, amigos, família, romances, seus anseios e seus desejos. Fleabag traz todas essas questões de maneira orgânica que, ora parece sussurrada, ora parece escancarada; mas nunca silenciada.

4 – Phoebe Waller-Bridge: o talento por todos os lados


Fleabag é criação da atriz, roteirista, dramaturga e diretora inglesa Phoebe Waller-Bridge. Tendo sido a série originalmente criada como um monólogo teatral, Phoebe não só assina o roteiro, como é também a protagonista. Responsável por quase tudo o que acontece do início ao fim de cada episódio, é a partir de seus movimentos que é possível definir o tom da série. Com um frescor que beira a simplicidade, a série não tem grandes orçamentos e recordes mundiais. Tem o necessário: uma excelente história criada e protagonizada por uma mulher.

5 – Teremos segunda temporada


Ainda sem previsão exata de lançamento, o anúncio da renovação foi feito pessoalmente por Phoebe Waller-Bridge. A série é produzida pela BBC Three e transmitida também pela Amazon. O que sabemos até agora é que em 2019 teremos novos episódios contando a história da impetuosa Fleabag!