Home Já acabou mas vale a pena [Já acabou, mas vale a pena] Cinco motivos para assistir Dawson’s Creek
[Já acabou, mas vale a pena] Cinco motivos para assistir Dawson’s Creek

[Já acabou, mas vale a pena] Cinco motivos para assistir Dawson’s Creek

0
0

A primeira vez que assisti Dawson’s Creek foi em um sábado de manhã na Globo. Depois do primeiro episódio os sábados nunca foram iguais. Às 10h30 da manhã, lá estava eu, sentada em frente a qualquer TV disponível. Quando a série saiu do ar, alguns anos de vazio no peito e um amém às locadoras que tinham os DVDs no catálogo.

Há alguns anos eu comprei o box das temporadas, assisti tudo novamente e obriguei minha sobrinha a fazer o mesmo (sim, eu sou esse tipo de tia). Vê-la descobrindo os mesmos personagens que eu, tendo quase a mesma idade que eu tinha na época, depois de tanto tempo é muito bom. Ver que ainda é possível ter as mesmas reações que eu tinha na época, vê-la acreditar no amor da Joey e do Dawson, mas depois perceber que o Pacey estava ali o tempo todo, acompanhar os caminhos que cada um traça da adolescência à vida adulta, os dramas e cada descoberta ao longo das seis temporadas é como apresentar um grupo de amigos a um amigo seu e eles se darem super bem.

Por causa dessa convivência durante anos, às vezes me pego revendo a série ou alguns episódios específicos, só para poder reencontrar aquela velha galera que mora em Capeside. A cada vez tenho mais motivos para fazê-lo, e aqui vão apenas cinco para te convencer a fazer a mesmo.

1 – Aquela certa nostalgia

Quem nasceu nos anos 90, vai curtir as músicas, vai entender as referências de filmes e da TV e se ver em alguns dos figurinos da série. Se você não é, você vai gostar do drama, das experiências do ensino médio (e da vida) – amizade, amor, rejeição, família e a busca por algum lugar onde se encontrar.

2 – As questões sexuais na adolescência

Séries e filmes às vezes embelezam o sexo, as condições em que ele ocorre e os sentimentos em torno dele, é sempre quente e bem-sucedido e todos são felizes, ou a experiência não é compartilhada, uma das partes teve um ótimo momento enquanto o outro não e a história segue. Dawson’s Creek ilustrou a complexidade do sexo através da história de Joey, que não consegue se divertir durante a relação por causa de seus medos e sentimentos de rejeição. Isso é real na vida de muita gente e é bom ver essa representação nas telas.

3 – O primeiro beijo gay da TV aberta americana

Jack descobriu sua sexualidade como qualquer outro adolescente, se descobriu nele mesmo, após os relacionamentos que teve com a Joey e com a Jen, teve que lidar com isso e com a família que o rejeitava. O beijo entre Jack e Ethan foi o primeiro beijo apaixonado protagonizado por um casal gay da TV aberta americana. James Whitmore, que foi o diretor do episódio em que o beijo aconteceu (True Love – 3×23), disse que sabia que a cena tinha algo especial, algo que ninguém mais tinha feito na TV até momento. Ele disse que houve um pouco de nervosismo com os executivos do WB, embora finalmente tenham decidido que, mesmo que recebessem uma má reação, exibir a cena viraria a seu favor.

4 – A série não gostava de rótulos

Mesmo que a série retratasse problemas comuns de adolescentes, um personagem nunca era só aquilo. Se Joey tinha problemas com o pai dela, ela nunca foi só a personagens que tinha problemas com o pai. Os personagens se viravam em mil e um e conseguiam desenvolver histórias paralelas a seus ‘problemas centrais’.

5 – O final que a gente esperava

Com toda a evolução que a série teve durante seis temporadas, o final não poderia ter sido diferente. Teve o romance que sempre torcemos pra dar certo e teve um drama pra mostrar que a gente cresce e certas coisas nos atingem independente da nossa idade. Teve aquele gostinho de história bem contada, que não deixa grandes vazios e que não precisa necessariamente ser recontado. Se a série algum dia tiver continuação, ótimo! Mas se não tiver, tudo bem! O pessoal daquela cidadezinha litorânea no interior de Massachusetts sempre vai ter 128 episódios para contar uma boa história.

Dawson’s Creek conta com atores super conhecidos no elenco, como Katie Holmes (Joey), Joshua Jackson (Pacey) e Michelle Williams (Jen), além do James Van Der Beek no papel de Dawson e o Kerr Smith como o Jack. Infelizmente a série ainda não está disponível na Netflix brasileira, mas eu tô aqui, torcendo pra que vocês a encontre no torrent mais próximo!

 Dawsons Creek
Liz Serpa Liz, carioca made in Brasília em 1986. Maratonista de séries, pós-graduada em cultura inútil, nerd, leitora, jogadora, boa ouvinte e um tanto perdida.

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *