Home Séries Chicago P.D. Chicago P.D. 5×02 – The Thing About Heroes
Chicago P.D. 5×02 – The Thing About Heroes
0

Chicago P.D. 5×02 – The Thing About Heroes

0
0

 

Mais um episódio de CPD e mais uma cutucada na história americana. Se semana passada o destaque foi a relação da polícia e os negros, nesse o destaque foi a religião e os ataques terroristas. Todo mundo sabe que esse é um assunto pesado e não podia ter sido abordado de forma diferente.

Uma van explodindo no meio de uma festa de rua, uma outra bomba em qualquer lugar da cidade, um suspeito à solta e um policial desaparecido, nada novo na cidade de Chicago, não?! Mas se eu disser que o suspeito era o policial desaparecido? Sim, durma com esse barulho! Toma, o policial em questão, é muçulmano e logo aparecem mil e um motivos para apontá-lo como o causador da bagunça toda.

Todo mundo já sabe “não bagunce a cidade do Voight e não mexa com o pessoal dele”, mas nesse episódio vimos o quanto essa postura está afetando os seus ‘comandados’ e de forma positiva. O que foi a cena da Burgess levantando a voz para o Sargento e encarando o cara do FBI? Burgess foi a rainha da porta toda nesse episódio, graças a ela a história foi diferente e Toma passou de bandido a herói. Aliás, Marina Squerciati cresceu ao longo das temporadas e acredito que ela ganhe mais destaque agora que a Sophia Bush deixou a série.

Falando nela, muitas pessoas estão vendo uma melhora na dinâmica da série depois da sua saída. Enquanto antes tudo era muito centrado na Erin, hoje nós temos mais tempo e espaço para os outros personagens. E isso com certeza só faz com que a série saia ganhando. Não, eu não fiquei feliz com a saída da Sophia, mas confesso que gosto de ver a Marina se destacando mais – louca pra ela apresentar o Matt pro Ruzek.

A audiência dessa semana teve uma pequena queda comparada a semana passada, mas mesmo assim Chicago P.D. ainda domina o horário das 22 horas.

Na próxima semana mais um caso difícil para a galera do 21º Distrito e mais uma crianças no meio da história para deixar a gente no desespero. Veja a promo:

 

Liz Serpa Liz, carioca made in Brasília em 1986. Maratonista de séries, pós-graduada em cultura inútil, nerd, leitora, jogadora, boa ouvinte e um tanto perdida.

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *