Home Listas 12 atrizes de séries que atuam na luta contra a homofobia
12 atrizes de séries que atuam na luta contra a homofobia

12 atrizes de séries que atuam na luta contra a homofobia

0
0

atrizes contra homofobia

No dia 17 de maio é celebrado o Dia Internacional contra a Homofobia/LGBTfobia. A data marca o momento em que a Organização Mundial de Saúde (OMS) retirou a homossexualidade da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados, em 1990. Mesmo isso tendo acontecido há quase 30 anos, os crimes de ódio cometidos contra homossexuais, a invisibilidade na sociedade, a morte precoce e a falta de acesso muitas vezes às necessidades básicas ainda são uma realidade para essa parcela da população. Para celebrar esta importantíssima data, o Séries Por Elas, preparou uma série de textos abordando a temática sob diferentes óticas.

A LGBTfobia deve ser combatida em todas as formas, portanto, é muito importante contar com personagens em filmes, séries e novelas que promovam a representatividade e mostrem o quanto a diversidade na sexualidade é algo natural e lindo. Mas algumas lutas, felizmente, vão além das telinhas.

Atrizes conscientes e que reconhecem o seu papel de privilégio e o poder das suas vozes podem contribuir e muito para a desmistificação de temas e para a ampliação à aceitação de uma forma geral. E se tem uma coisa que a gente gosta por aqui no Séries Por Elas, é de atrizes conscientes.

Por isso, listamos 12 delas que contribuem para a diminuição da homofobia não apenas com os seus trabalhos nas telinhas, mas também com suas vozes no âmbito particular. Seja dando uma declaração pública, fazendo campanha, participando de ações, criando fundações focadas na população LGBT ou até mesmo contribuindo simplesmente com a naturalização do tema, cada uma delas é importante e deve ser lembrada nesta data especial!

Confira:

Kerry Washington

Kerry, além de interpretar uma articuladora política na ficção, é uma ativista da vida real. Ela recentemente foi premiada pela GLAAD Vanguard (prêmio da Aliança Gay e Lésbica Contra a Difamação dedicado a algum membro da comunidade do entretenimento que venha fazendo a diferença em promover a igualdade de direitos para pessoas LGBT+). A premiação resultou num discurso muito emocionante e inclusivo vindo da atriz que você pode assistir aí em cima!

É conhecida, dentre outros, por: Scandal

Laverne Cox

O trabalho desbravador de Laverne Cox como atriz em shows como Orange Is The New Black a levou a ser uma figura de inspiração na comunidade trans, e ela frequentemente faz uso do seu status para falar em favor dos direitos de pessoas trans.

É conhecida, dentre outros, por: Orange Is The New Black

 

Sara Ramirez

Casada com o analista financeiro Ryan De Bolt desde 2012, e tendo sempre sido considerada uma voz ativa pela comunidade LGBT+, Sara Ramírez recentemente também se assumiu como bissexual. Foi bem de passagem e sem fazer alarde, durante um discurso que deu no evento 40 to None Summit, da Fundação True Colors, que oferece suporte e direcionamento para retirar jovens LGBT da situação de moradores de rua.

É conhecida, dentre outros, por: Grey’s Anatomy

 

Tatiana Maslany

Tatiana Maslany já se declarou superfeminista diversas vezes e fala abertamente sobre a importância de ser mulher, hoje, e interpretar papéis de destaque na televisão e sobre o fato de uma de suas personagens em Orphan Black ser homossexual. Quando perguntada por que ela é uma aliada da comunidade LGBT+, Maslany respondeu: “Porque não há questionamento. Não faz sentido para mim não dar suporte a esta comunidade, que, inclusive, não deveria ser uma ‘comunidade separada’. Eu não consigo entender porque tem uma linha”. 

É conhecida, dentre outros, por: Orphan Black

 

Teri Polo

Teri Polo é uma atriz que se identifica como héterosexual, mas que após seu papel em The Fosters tornou-se sensível à importância da luta LGBT+. Ela já deu diversas declarações públicas a favor da causa, está sempre postando sobre o assunto na sua conta pessoal do twitter e por sua bela contribuição já ganhou a importante premiação promovido pela séria e respeitada organização Human Rigths por ser uma aliada na luta LGBT+. 

É conhecida, dentre outros, por: The Fosters.

Lena Dunham

A co-criadora de Girls recebeu o prêmio Horizon Award, pela Point Foundation, por ser uma “jovem desbravadora” e defensora da causa LGBT+. Durante seu discurso de premiação, Lena disse que a sua irmã mais nova sair do armário foi um ponto de virada para que ela entendesse melhor as questões que a população LGBT+ enfrenta. Também disse que seu objetivo em Girls é mostrar um amplo leque de pessoas não-estereotipadas. Ela e seu namorado decidiram também que não se casariam até que o casamento gay fosse legalizado em todo o território dos EUA.

É conhecida, dentre outros, por: Girls

Wanda Sykes

Sykes é uma conhecida atriz e comediante, que também é uma das celebridades mais conhecidas por seu ativismo pela comunidade LGBT+. Ela saiu do armário em 2008 quando se casou com sua parceira, Alex. Desde então, ela tem advogado incansavelmente em nome do casamento igualitário.

É conhecida, dentre outros, por: The New Adventures Of Old Christine

 

Lily Tomlin

Lily Tomlin é uma atriz assumidamente lésbica e militante da causa LGBT+. Ela foi a primeira atriz lésbica a receber a honraria Kennedy Center Honors, uma premiação estadunidense criada em 1978 para premiar cinco artistas por ano por sua contribuição às artes cênicas e cultura americana. A atriz também não fica calada quando o assunto é a invisibilidade etária promovida por Hollywood e sobre o machismo na indústria do entretenimento.

É conhecida, dentre outros, por: Grace And Frankie

 

Sarah Paulson

Sarah Paulson é uma atriz norteamericana conhecida por sua participação em diversas séries e uma das indicadas ao Globo de Ouro. Ela é assumidamente lésbica e fala abertamente com a imprensa sobre o seu relacionamento com uma mulher mais velha. Em tempos de invisibilidade, falar abertamente sobre e naturalizar a temática é uma forma importante de resistência.

É conhecida, dentre outros, por: American Horror Story

Olivia Wilde

A atriz apoia a comunidade LGBT+ através de suas organizações de suporte, como a Fundação Americana de Direitos Igualitários e também protestou contra as excepcionalmente rígidas políticas Russas contra a homossexualidade.

É conhecida, dentre outros, por: House

Lady Gaga

Lady Gaga há muito é vista como um ícone gay, e atribui muito do seu sucesso ao apoio da comunidade LGBT+. Ela já se apresentou na célebre Parada do Orgulho Gay de São Francisco, foi oponente ativa da política militar “anti-gay”, e compôs diversas canções como “Born This Way” que são consideradas hinos gay.

É conhecida, dentre outros, por: American Horror Story

 

Miley Cyrus

Miley é voz ativa na luta da comunidade LGBT+, especialmente na área da juventude LGBT+ em situação de rua, grupo para o qual sua fundação, a Happy Hippie Foundation, é voltada a ajudar. No MTV Music Video Awards de 2014, o discurso de premiação de Miley foi dado por um ex-desabrigado chamado Jesse, que convocou a indústria musical a lutar contra o abandono da juventude LGBT+.

É conhecida, dentre outros, por: Hannah Montanna

Carolina Maria Jornalista, feminista-esquerdista-bolivariana, cegamente apaixonada por alguns personagens de seriados e sonhadora convicta. Aprendeu com as séries a importância da representatividade e nunca mais quis parar de falar sobre isso.

LEAVE YOUR COMMENT

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *