Chega de sutilezas  depois do fiasco que foi a audiência armada por Ricardo Diaz para prender Oliver Queen por ele ser o Green Arrow para evitar que ele se tornasse um mártir, e da traição da Black Siren, Diaz chegou no limite e agora vai atacar Oliver sua família e amigos, com todo o poder de fogo que tiver disponível para ele. Acabou os joguinhos e a manipulação escondida para atingir seu oponente agora a briga vai ser no nível “matar ou morrer” todas as estratégias colocadas em prática não surtiram o efeito desejado chegou a hora de fazer o seu próprio trabalho sujo.

E para isso Diaz não vai medir esforços, como ele tem a polícia de Star City em seu poder e mais um exército de criminosos além da organização criminosa “O Quadrante” colocar a cabeça de Oliver e de todos que ele ama a prêmio vai ser a maior fonte de entretenimento e satisfação para Diaz ver todos correndo tentando se proteger de seus ataques. Isso faz com que seja a hora perfeita de reunir todos os vigilantes e a Argus para derrubar de vez Diaz, antes que ele destrua Star City inteira e faça dela uma cidade inteiramente dominada por criminosos.

Após a última situação perigosa na qual Oliver e sua equipe foi colocada todos vêm se empenhando para colocar a suas vidas no devido lugar, Oliver aproveita a sua noite com a sua família desfrutando da sua liberdade em ter a chance de passar um tempo com seu filho William e com a Felicity tal como uma família feliz e normal. Diggle faz um check up para verificar se está tudo bem com o seu braço onde está implantado o chip criado pela Felicity e o Curtis, e passa um tempo com a Lyla que estava sumida da série, provavelmente por causa das suas missões secretas na Argus.

Rene aproveita a noite vendo um jogo com a sua filha Zoey, e Curtis tem um encontro romântico com o seu namorado, todos parecem estar conduzindo suas vidas para a normalidade esquecendo-se por algumas horas de seus problemas o que é uma reação bem  saudável após tantos problemas, uma pena que ainda não tenha acabado de uma vez, essa calma toda antecede uma guerra que ninguém consegue imaginar.

“The Ties That Bind” traz uma calmaria necessária para os personagens principais, mas é como dizem depois da calmaria vem a tempestade e com ela Ricardo Diaz, O Quadrante, e a polícia de Star City todos contra um grupo só de vigilantes por este ponto de vista não me parece uma briga nada justa, será que ocorrerá algumas perdas para nos chocar? Faz um tempo que não perdemos nenhum personagem principal a última perda que abalou os fãs foi a Laurel Lance – Black Canary mas isso foi na quarta temporada, causada pelo Damien Darhk um vilão que deu um trabalho para ser derrotado pode ser que esta temporada tenha uma morte impactante também.

A tempestade chegou em meio ao café da manhã no jantar da família Queen, e pegou Diggle e Lyla no hospital, Curtis tem o seu encontro romântico interrompido, e Dinah é encurralada em um beco, como medida de segurança William e Raisa são levados para um esconderijo da Argus, e todo o restante da equipe se prepara para a ação. A Equipe foi reunida como o esperado só que não é o suficiente, até que Oliver percebe que pode ter uma chance de vencer a com a ajuda do seu antigo-novo aliado Anatoly, que percebeu a falta de honra pela parte de Diaz e que possivelmente pode aceitar participar dessa guerra contra Ricardo.

O plano é colocado em prática e Curtis deu a ordem para todos vestirem seus respectivos uniformes, chegou o momento de colocar Diaz em seu devido lugar o que não é nada fácil logo de cara, o que já era meio que esperado de qualquer maneira mesmo não tendo conseguido capturá-lo nessa primeira missão com a equipe completa, Oliver e  a sua equipe já conseguiram mostrar ao Diaz que eles não pensam em fugir e se ele quer uma guerra acredite ele vai ter uma.

Lyla toma a frente de uma missão muito perigosa para que a Felicity conseguir clonar dados bancários da folha de pagamento de Diaz onde tem o nome de todos que ele controla, conseguindo decodificar este arquivo eles chegarão mais perto de derrotar Diaz de uma vez por todas, mas infelizmente Diaz também tem um Hacker inteligente do seu lado, e o mesmo rastreou os arquivos para onde a equipe está reunida, mais um ataque surpresa se aproxima.

A relação entre Oliver e Felicity fica bem tensa após ela ignorar o pedido dele e ir para o campo de batalha encarar a ação de frente tal como deve ser, ela até mesmo pede conselhos para a Lyla para entender como ela e o Diggle conseguem manter essa dinâmica de casal tão bem em meios aos perigos das missões e fora delas, o conselho é que eles aceitem que essa é a vida que os dois seguiram escolher, e que aproveitem o tempo que eles tem disponível para passar um ao lado do outro mesmo que seja em meio a um tiroteio.

No relacionamento Olicity se encontra essa grande falta de aceitação por parte do Oliver que não aceita de forma alguma que a Felicity é muito bem capaz de lidar com essas situações, já que foi a própria que escolheu seguir essa vida, e que ele apenas precisa dar cobertura para ela nestes momentos. Deixando as DR’S de lado Diaz segue para o ataque com o seu exército e com sangue nos olhos de tanta raiva, chegou o grande momento que estávamos aguardando ansiosamente.

Ele evacua forçadamente o esconderijo dos vigilantes com um gás tóxico o que dificulta a decodificação iniciada pela Felicity, o que gera outra discussão entre ela e Oliver sobre ela não querer abandonar o seu trabalho em progresso, mas no fim ela aceita a derrota e segue Oliver para fora do esconderijo. Quando estão bem perto da saída são encurralados por Diaz que começa a luta com grande vantagem por não ter exalado o gás tóxico por tanto tempo quanto Olicity. Como um excelente vigilante que o Green Arrow é ele tinha um truque no bolso pelo qual Diaz não esperava, mas será que isso vai ser o suficiente para derrotá-lo?

A continuação dessa guerra ocorrerá no episódio  “Life Sentence” (6×23). Confira a promo: